Home

A expressão “sétima arte” foi citada pela primeira vez pelo italiano Ricciotto Canuto em 1912.

A primeira exibição de cinema no Brasil ocorreu em julho de 1896, e desde então é considerado como a arte de entreter, a arte que é capaz de orientar e resolver algumas questões importantes da vida dos que dela se alimentam. Seus exemplos e histórias sempre nos tocam de alguma maneira.

Assistir a um bom filme não tem preço, e por favor, entendam por bom filme aquele que te faz sentir bem ao sair e/ou aquele que acrescenta algo a seu dia ou à sua vida. Não deve haver preconceitos no cinema. Em matéria de gênero me sinto como a cinemateca francesa, vejo de tudo e deixo meus olhos dizerem o que pensam depois, nada de pré-conceitos ou opiniões pré-estabelecidas.

Ao ir ao cinema procuramos entretenimento, informação, o riso descompromissado, sentir medo ou ter sensações que só um bom filme pode trazer.

Aqui relato minhas experiências e sensações e espero que elas possam orientar algumas de suas escolhas.

Divirtam-se!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s