Home

um-homem-bom-cartazMuitos não suportam mais ver filmes sobre o exageradamente explorado tema nazista, fiquei tentado a vê-lo depois de ter participado de um debate sobre o filme na Mostra internacional de cinema de São Paulo com o diretor brasileiro Vicente Amorim e com o ator principal Viggo Mortensen. Pelo que ouvi achei que teria uma experiência única de ver o nazismo ser tratado de modo humanizado pela primeira vez na história do cinema.
O título, Good no original em inglês, do primeiro longa em língua inglesa dirigido por Vicente Amorim, talvez dissesse um pouco mais sobre o enredo que Um homem bom, em português, mas, ainda assim poderia conter uma interrogação no final: “Good?”.

Não creio que entre as pessoas envolvidas com o nazismo possa ter existido alguém tão ingênuo que não soubesse, de alguma forma, o que estava acontecendo.
Ao tentar mostrar o outro lado do nazismo e que entre eles existiam homens bons o diretor e o roteirista (John Wrathall) mostram, na verdade um homem covarde, egoísta e extremamente vaidoso que tenta ficar à margem da história de que faz parte.
O que mais chama a atenção no professor John Halder (personagem de Viggo Mortensen) é sua vaidade e a falsa modéstia dos que se julgam superiores, características típicas dos membros do movimento a que fazia parte.

A direção e a nada cuidadosa produção de cenário são muito ruins, nem mesmo as presenças de Viggo Mortensen ou de Jason Isaacs foram capazes de disfarçar a má direção do brasileiro. Vi poucas cenas tão mal tratadas como a em que o professor John Halder chega à casa de sua mãe e ao abrir a porta da frente encontra cartas que ainda não haviam sido recolhidas. Nem o mais cuidadoso dos carteiros conseguiria organizá-las de modo tão simétrico.

Maurice (personagem de Jason Isaacs) é um psicólogo judeu e melhor amigo de John Halder. A excelente atuação de Jason Isaacs e as características de sua personagem me deixaram tranquilo em relação ao nome do longa. Existe um homem bom.

Essa não seria minha primeira opção, mas se for ver Um homem bom julgue, pois é isso que costumamos fazer, qual das personagens é esse homem bom e aproveite a bela Budapeste onde foram feitas as locações.

De minha parte, mantenho a esperança de ver algo que retrate o nazismo de outra maneira, pois ainda não foi dessa vez.

Veja o trailer em: http://www.youtube.com/watch?v=m4a3X4HlmQ8

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s